quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Lasanha de pão libânes

Esse pão delicioso e leve eu já conhecia enroladinho com margarina , em rocamboles salgados ou doces e agora testei o pão em forma de lasanha, ficou bastante leve e saboroso. com 3 folhas faz uma boa lasanha para quatro pessoas. Quem comeu aprovou!
2012
Pão libânes

03 folhas de pão libânes.
molho de sua preferência, eu fiz um molho de tomates com carne moída.
presunto e queijo mussarela e requeijão, o  recheio é tudo que a sua imaginação mandar! O "tcham" é a massa!
Cortei as folhas para ajeitarem na travessa e fui colocando os ingredientes em camadas como em toda lasanha, levei ao forno somente até derreter o queijo e salpiquei com batatinhas fritas por cima. super rápido de fazer. 


2012

2012

2012

2012


2012
Lasanha de pão libânes
2012
dobro as folhas restantes e conservo no freezer



quinta-feira, 23 de agosto de 2012

BODAS DE PINHO

HOJE É UM DIA FELIZ, UM DIA DE FESTA, NOITE DE GALA!
COMEMORO 32 ANOS DE CASAMENTO!
2012UMA JORNADA E TANTO!  AGRADEÇO POR TODOS ESSES ANOS VIVIDOS JUNTOS, LUTANDO E APRENDENDO. POR NUNCA TERMOS DESISTIDO UM DO OUTRO, TERMOS SEMPRE BUSCADO O DIÁLOGO, A COMPREENSÃO E A RECONCILIAÇÃO. SEMPRE COM A CERTEZA DE QUERER CONTINUAR A JORNADA  ATÉ ONDE O DESTINO QUISER!

COMEÇARIA TUDO OUTRA VEZ


Começaria tudo outra vez
Se preciso fosse, meu amor
A chama em meu peito
Ainda queima, saiba!
Nada foi em vão...
A cuba-libre dá coragem
Em minhas mãos
A dama de lilás
Me machucando o coração
Na sêde de sentir
Seu corpo inteiro
Coladinho ao meu...
E então eu cantaria
A noite inteira
Como já cantei, cantarei
As coisas todas que já tive
Tenho e sei, um dia terei...
A fé no que virá
E a alegria de poder
Olhar prá trás
E ver que voltaria com você
De novo, viver
Nesse imenso salão...
Ao som desse bolero
Vida, vamo nós
E não estamos sós
Veja meu bem
A orquestra nos espera
Por favor!
Mais uma vez, recomeçar...
GONZAGUINHA







terça-feira, 14 de agosto de 2012

Não sei quantas almas tenho

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.
Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: "Fui eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu.


Fernando Pessoa

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Samba do Grande Amor



Samba do Grande Amor

Tinha cá pra mim
Que agora sim
Eu vivia enfim
O grande amor
Mentira
Me atirei assim
De trampolim
Fui até o fim um amador
Passava um verão
A água e pão
Dava o meu quinhão
Pro grande amor
Mentira
Eu botava a mão
No fogo então
Com meu coração de fiador
Hoje eu tenho apenas
Uma pedra no meu peito
Exijo respeito
Não sou mais um sonhador
Chego a mudar de calçada
Quando aparece uma flor
E dou risada do grande amor
Mentira
Fui muito fiel
Comprei anel
Botei no papel
O grande amor
Mentira
Reservei hotel
Sarapatel
E lua de mel
Em Salvador
Fui rezar na Sé
Pra São José
Que eu levava fé
No grande amor
Mentira
Fiz promessa até
Pra Oxumaré
De subir a pé o Redentor
Hoje eu tenho apenas
Uma pedra no meu peito
Exijo respeito
Não sou mais um sonhador
Chego a mudar de calçada
Quando aparece uma flor
E dou risada do grande amor
Mentira
(CHICO BUARQUE)