quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

BÚZIOS - RIO DE JANEIRO - ABRIL 2016


Voilà
Françoise Hardy

Voilà, je regarde les autres
Pourtant je ne leur trouve rien
C'est comme ça
Voilà, je vais avec les autres
Le temps passe plus mal que bien
C'est comme ça
Et toi?
Que fais-tu?
Es-tu content de tout?

Je suis là, devant toi, toujours la même
Oh! Pourquoi est-ce encore toi que j'aime
Que j'aime, que j'aime, que j'aime
Tu es là, devant moi, toujours le même
Oh! Pourquoi ne puis-je pas te dire:
Je t'aime, je t'aime, je t'aime

Voilà, je m'en retourne aux autres
Qui m'aiment et que je n'aime pas
C'est comme ça
Et toi, vas retrouver cette autre
Tu l'aimes ou c'est ce que tu crois
C'est comme ça
Voilà, on n'a rien, rien de plus à se dire

Je suis là, devant toi, toujours la même
Tu le vois, c'est encore toi que j'aime
Que j'aime, que j'aime, que j'aime
Tu t'en vas et plus rien ne vaut la peine
Oh! Pourquoi ne puis-je pas crier:
Je t'aime, je t'aime, je t'aime






ESTÁTUA DE BRIGITTE BARDOT
Bem, eu olho para os outros
No entanto não os encontro
É assim
Bem, eu vou com os outros
O tempo passa mais mal do que bem
É assim
E você?
O que você faz? Você está feliz com isso?



Estou aqui, na sua frente, sempre a mesma
Oh! Por que eu ainda te amo
Eu amo, eu te amo, eu te amo
Você está lá diante de mim, sempre o mesmo
Oh! Por que eu não posso dizer:
Eu te amo, eu te amo, eu te amo

Bem, eu volto aos outros
Que me amam e que eu não amo
É assim
E você, vai encontrar esta outra
Que você ama ou que você acha que ama
É assim
Bem, não há nada, não há nada mais a dizer

Estou aqui na sua frente , sempre a mesma
Você vê, ainda é você que eu amo
Eu amo, eu te amo, eu te amo
Você vai e nada vale a pena
Oh! Por que não posso chorar:
Eu te amo, eu te amo, eu te amo



BÚZIOS

BÚZIOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.